quarta-feira, agosto 09, 2006

Bratislava Viagens

Bratislava Viagens

BratislavaBratislava

Até 1993 Bratislava era a checoeslováquia.

Surgiram então as independentes República Checa e República Eslovaca. Bratislava, cidade de longa história, ganhou status de capital da recém criada Eslováquia. É uma cidade pequena, mas que guarda muitas tradições e artes, regadas agora com o sabor fresco da liberdade recém conquistada.

Tudo que aconteceu em Bratislava nos últimos séculos parece ter ocorrido em sua praça principal, o centro histórico da cidade. Suas construções em estilo medieval ainda guardam características desta era e suas torres são um testemunho da época. Junto à Praça Central está um dos melhores exemplos de palácios com arquitetura rococó, o Palácio Mirbach, construído no século 18, e enriquecido por diversos proprietários. Dominando a praça está também o prédio da prefeitura, construído no século 15. E anexo à ela está o Museu Municipal de Bratislava, um dos mais antigos da cidade, onde se pode visitar uma interessante exposição contando a história da cidade desde sua fundação.

As melhores atrações da cidade estão próximas à praça Hviezdoslavovo Námestie. O símbolo, e construção mais famosa de Bratislava é seu castelo, localizado no alto de um morro, dominando a cidade velha e as margens do Danúbio. Construído pelos romanos, a partir do primeiro século da era cristã, ele foi modificado diversas vezes, sendo que na metade do século passado foi submetido à uma completa reforma. Neste pode observar a melhor vista da cidade, e também conhecer o Museu de Música Típica Eslovaca.

O melhor da cidade, em termos turísticos, está na região conhecida como Cidade Velha, às margens do Danúbio, e onde estão os locais mais interessantes, como sua catedral gótica, construída no século 11, e diversos museus. Merecem destaque o Museu Municipal, com sua bizarra coleção de câmaras de tortura, o Museu do Vinho, Palácio Mirbach, Museu Nacional Eslovaco e Galeria National Eslovaca. Dê uma caminhada pela rua Ursulinska Ulica, até a igreja gótica consagrada pelo rei húngaro Ondrej III, o que não é de estranhar, pois no passado a Hungria dominou a região que hoje corresponde ao território Eslovaco.

Sem comentários: